DICAS DE UMA VETERINÁRIA #3


Bom dia, minhas papoilas.

Hoje trago-vos mais uma edição da rúbrica "Dicas de Uma Veterinária".
Estes dias eu fiquei com o telemóvel das urgências da clínica, e como tal, resolvi abordar este tema: urgências em veterinária. Infelizmente, muitas pessoas, pelos mais diversos motivos não sabe identificar a urgência de uma determinada situação, e acaba por deixar o animal em casa durante uns dias à espera que o problema passe, e quando o traz finalmente à clínica as recuperações são muito mais lentas e o desfecho por vezes não acaba por ser o melhor.
Há certas situações que, independentemente da hora, se deve ligar de imediato ao veterinário e levá-lo à clínica/hospital:

- Se o animal não estiver a respirar ou com batimento cardíaco.
- Se o animal tiver dificuldade respiratória ou alguma coisa presa na traqueia.
- Se o animal estiver inconsciente.
- Se o animal estiver a vomitar/com diarreia há 24h ou se tiver sangue.
- Se houver suspeita de fractura de algum osso.
- Se o animal teve alguma convulsão.
- Se o animal estiver a sangrar dos olhos, nariz, boca ou se tiver sangue na urina ou fezes.
- Se o animal tiver ingerido alguma toxina ou veneno.
- Se o animal tiver dificuldade em urinar ou se não conseguir urinar de todo.
- Se o animal demonstrar sinais de dor ou se se estiver a isolar.
- Se o animal colapsar e não se conseguir levantar.
- Se o animal, de repente ficar desorientado.
- Se o animal estiver a ficar com o abdómen inchado ou dorido, com ou sem vontade de vomitar.
- Se o animal estiver há três ou quatro horas em trabalho de parto sem ter tido nenhum bebé.

Portanto já sabem, da próxima vez que o vosso amigo de 4 patas tiver um problema destes, levem-no logo ao vosso veterinário.
Qualquer dúvida/questão ou tema que gostassem de ver abordado nesta rúbrica, é só deixarem um comentário.

Comentários

  1. Aprendo imenso contigo! Obrigada por este post! :D

    amarcadamarta.blogspot.pt

    ResponderEliminar
  2. ainda bem que me lembrei agr que es veterinária!
    a minha gata tem pavor a andar de carro e ultimamente sempre que a tento levar ao veterinário ela fica super nervosa e faz cócó de tão nervosa que está! Ou seja nunca a consigo levar ao veterinário porque a meio do caminho ela já está toda suja (porque está dentro da transportadora e depois "anda" em cima da porcaria)! Há algum veterinário ao domicilio? Conheces? Dava-me um jeitão! x

    E. ♥ Meet me for Breakfast

    ResponderEliminar
  3. Obrigada por esta partilha! É mesmo importante estarmos conscientes destas coisas, para conseguirmos providenciar o melhor aos nossos animais

    Beijinhos*

    ResponderEliminar
  4. Excelentes dicas e é bom que as pessoas saibam estas coisas, porque tal como dizes por vezes esperam que passe :l

    Beijinhos,
    BLOG DEZASSETE

    ResponderEliminar
  5. Excelentes indicações. Tenho duas patudas cá por casa e fico sempre preocupada quando elas não me parecem bem!

    ResponderEliminar
  6. Excelentes dicas, mesmo! Com os meus patudos também nunca arrisco, se vejo que algo está errado entro em logo em contacto com o veterinário. Felizmente 2017 foi um ano bastante saudável para eles! Esperemos que assim continue. :)
    Beijinhos, www.thefancycats.pt

    ResponderEliminar
  7. Olá :)
    Precisava de uma ajuda, tenho um yorkshire com 10 aninhos e apareceu-lhe agora uma úlcera enorme no olho :/ ele está a ser seguido no Hospital Escolar Veterinário (em Lisboa) mas será que pode ficar cego?
    Um beijinho,
    Sofia
    http://laprincipessa.pt

    ResponderEliminar
  8. Algumas parecem me um bocado óbvias, então o animal desmaia ou vomita sangue e não levam ao veterinário? Enfim
    Beijinhos

    ResponderEliminar
  9. Adorei o post! Espero que continues com este tipo de posts porque tenho uma patuda que amo e ando sempre com o coração nas mãos por ele!
    Beijinhos,
    Blog Mil Coisas Por Fazer | Instagram | Facebook

    ResponderEliminar
  10. Por acaso, temos muito cuidado com os nossos animais cá em casa! Qualquer coisa que não achemos normal, levamos logo ao veterinário! :)

    https://mundodablue.blogspot.pt/

    ResponderEliminar
  11. Olá, obrigada pela correção dada no meu blogue, comecei a seguir o seu blogue, assim sempre aprendo coisas novas ! Beijinhos .

    https://liveloveandlaught4.blogspot.com/

    ResponderEliminar
  12. Já fui uma vez de urgência para o veterinário de madrugada. Na altura parecia-nos que ele estava com dificuldade em respirar. Na altura disseram que era tosse do canil (foi tratado para isso) mas hoje em dia sabemos que deve ter sido espirro reverso, muito típico nas raças braquicéfalas como a do meu. Éramos para ter ido uma segunda vez, por um outro motivo, mas optámos por ligar para a saúde 24 animal (super boa!) e disseram para esperarmos pela manhã seguinte. Esperámos e ele realmente melhorou. A terceira vez que fomos com ele de urgência (desta vez na tarde de um sábado) foi porque quando fui à rua com ele na hora de almoço detetei sangue nas fezes. Já não era a primeira vez e uma pessoa pensa logo o pior. Eu calculava que fosse de uns biscoitos que lhe tornavam as fezes demasiado duras e devem magoá-lo mas preferimos não inventar. A veterinária também concordou que pudesse ser disso mas, ainda assim, passou-lhe um desparasitante líquido que tivemos de dar durante 5 dias. Nós ao mínimo sinal de alerta preocupante preferimos tirar a limpo. Claro que não vamos a correr por causa de uma borbulha mas mantemo-nos atentos!

    Boa publicação ;)

    ResponderEliminar
  13. Obrigada pela partilha 😉😉
    É sempre bom sabermos esta informação, eu tenho dois cães em casa e dá imenso jeito saber como ajudá-los..
    Beijinhos 😘

    ResponderEliminar
  14. Gostei imenso do teu blogue, principalmente por falares dos nossos grandes amigos de 4 patas, segui o blogue:)
    Tenho um cão há cerca de dois anos, tenho-o desde pequenino mas estava abandonado, sempre fui muito chegada aos animais e nunca tinha tido um animal tão amoroso e entendedor como o cão que tenho. Acho que o que referiste é de uma extrema importância, muitas vezes pensamos que não é nada e depois acabamos por piorar a situação e como tu disseste ser mais difícil a recuperação.

    ResponderEliminar
  15. Excelentes dicas, eu não tenho animais, mas nunca é demais saber, até porque o meu filho anda sempre a pedir um animal que dure mais que um peixe :) um gatinho ou um cãozinhoooo :O
    bjinhos

    ResponderEliminar
  16. Essas dicas são mesmo muitíssimo importantes, obrigada por as partilhares❤
    Posso partilhar o teu texto no meu blogue?

    Beijinho*

    ResponderEliminar
  17. Obrigada pelas dicas.
    So quem tem um patudo é que sabe o quão importantes são :)

    beijinhos
    www.dailyfoxblog.com
    MUAHHH**

    ResponderEliminar
  18. Acabei de aprender umas coisas pois li todos os artigos com as dicas de uma veterenária :)
    Ainda a pouco tempo levei o meu gatinho ao vet porque percebi que ele não estava a urinar :/ Apanhou uma infeção mas felizmente está tudo bem :)
    Segui :)
    http://voltaemeiaa.blogspot.pt

    ResponderEliminar
  19. Como dona de um gato lindão, só te posso agradecer estes posts <3

    ResponderEliminar
  20. Olá Olívia,
    Já publiquei sobre este teu artigo. Depois diz-me se está tudo dentro dos conformes ^_^

    Beijinho*

    ResponderEliminar
  21. Adorei estas dicas. Isto é como as urgências de pessoas - às vezes não sabem em que situações devem ser usadas e depois o desfecho não é o melhor.

    Acho muito importante informar o maior número de pessoas possível sobre estas coisas de forma a fazer com que elas funcionem como é suposto!

    ResponderEliminar
  22. Ótimas dicas! Infelizmente a minha cadela morreu o ano passado devido a veneno. Beijinhos

    www.carolinafranco.pt

    ResponderEliminar

Enviar um comentário

Mensagens populares